O conceito de Caos foi corrompido pelo tempo e pela ignorância, pelo moralismo e pela resposta que a “Realidade Consensual” deu a movimentos como o Anarquismo, transformando este conceito em sinônimo de “desordem”. Hoje, sabe-se através da Ciência Quântica que o Caos não é desordem, baderna ou arruaça, mas refere-se à impreditabilidade do espaço vazio primordial. Caos, não pode ser definido, pois fazê-lo seria negá-lo. Entretanto, o mais próximo que podemos chegar de sua equivalência abstrata é considerá-lo como sendo a vastidão interminável de possibilidades que permeia o Cosmos. Nós estamos, inegavelmente, dentro desta “qualquer coisa em potencial” e ela está dentro de nós.


Viajante,
Desta utopia eis a porta
Se porta a chave, entre sem demora!
Desamor deixai fora
Pois Discórdia aqui vigora
Saudações a Éris
Nada é verdadeiro, tudo é permissível.
23! 156! OV

 

Participe: https://www.facebook.com/events/409815469183620/

 

:::